“Hoje não se trata tanto de
sobreviver como de saber viver.
Por isso é necessária uma outra
forma de conhecimento, um
conhecimento compreensivo
e íntimo que não nos separe e
antes nos una pessoalmente ao
que estudamos”
(Santos, 5ª edição, Novembro 1991, p. 53)
Back to Top